Este artigo é um recorte da dissertação de mestrado de título Protagonistas de narrativas juvenis contemporâneas: de mãos dadas com o jovem leitor (2020). A reflexão sobre a representação da identidade na literatura juvenil de autoria feminina levanta questionamentos acerca da tessitura dos próprios elementos que a constituem. Os livros que compõem o corpus desta pesquisa são de autoria da premiada escritora Heloisa Prieto, Lenora (2008) e Ian – a música das esferas (2015), publicados pela Rocco – jovens leitores, na série “Para morrer de medo”. Nas narrativas, a escritora tematiza o poder sobrenatural da música, sua influência e o elo que une as vidas das duas protagonistas homônimas, bem como a do protagonista do segundo livro, Ian. Justifica-se a escolha dos livros por constituírem uma série ainda não contemplada em conjunto por teses ou dissertações. Ambas as obras são romances juvenis de tom sombrio, em que há uma evidente busca pela afirmação / construção da identidade. Dentre os resultados finais, verifica-se o diálogo com o potencial jovem leitor na medida em que se aborda identidade e superação de forma concernente ao psiquismo do público-alvo.

Dayse Rodrigues dos Santos e Silvana Augusta Barbosa Carrijo

Acesse o artigo completo por aqui.